FITNESS: Os riscos da barriga negativa

ESSA É A CAPA

Oi oi meninas, hoje iremos falar da famosa barriguinha todas desejamos. Ela pode causar um grande risco a nossa saúde. Quer ver? Então termine de ler o texto.

Para ter a barriga “retinha” é necessário diminuir o percentual de gordura corporal, assim causando a desnutrição, pois para ficar com a barriga lisa temos que ter somente 10%. Na desnutrição, os problemas de saúde podem variar desde uma anemia, por falta de ferro no organismo, devido à limitação de nutrientes que essa pessoa ingere, até problemas mais graves como coma e morte por anorexia se a situação não for identificada e revertida. A persistência em conseguir a barriga negativa pode virar uma obsessão e único objetivo da vida de um indivíduo e, com isso, vir a se expressar em transtornos psicológicos e distúrbios alimentares, como depressão, anorexia, bulimia”, explica o endocrinologista Filippo Pedrinola. “Para ter saúde adequada é essencial ter uma boa imagem de si e estar em equilíbrio, o que não ocorre nesses casos”. O especialista recomenda que parentes e amigos fiquem atentos aos quadros que envolvam exercícios extenuantes e dietas muito rigorosas, seja a meta a barriga negativa, o emagrecimento ou a busca por um padrão de beleza inatingível. Descobrindo cedo esse comportamento é possível encaminhar a pessoa para o tratamento adequado e revertendo o problema antes que surjam consequências mais graves.

O endocrinologista João Eduardo explica que as mamas são compostas, principalmente, por glândulas e gordura. A magreza excessiva causará a diminuição destas duas estruturas mamárias. O hormônio estrogênio é derivado do colesterol, um tipo de gordura, logo, mulheres com baixo percentual de gordura terão níveis igualmente reduzidos de colesterol, a ponto de inibir as glândulas mamárias. “Para que os seios cresçam ou mantenham seu tamanho, eles precisam ser continuamente estimulados pelos hormônios femininos”, explica o endocrinologista João Eduardo. “Sem esse estímulo, diminuído em mulheres com baixo peso, o tecido mamário ficará atrofiado”. O especialista explica ainda que a redução de gordura corporal também será percebida nesta região: os seios ficaram menores e mais flácidos, uma vez que perderão boa parte do material responsável pela sustentação, a gordura. O enfraquecimento abdominal, desvios posturais e dores na coluna também podem ser complicações da barriga negativa. A musculatura tem a função de proteger e dar sustentação aos ossos. O músculo abdominal fraco não consegue sustentar a coluna, com isso, ela fica mais suscetível a desenvolver curvaturas anormais – como a hiperlordose e a escoliose – a adotar posturas viciosas, como manter-se curvado na cadeira do trabalho e até a desenvolver problemas como hérnia de disco.                                                retirado: minhavida.com

Agora que você ja sabe os riscos que causa a barriga tanta desejada vamos tomar cuidado meninas. E fiquem agora com meus achadinhos na Kaisan.com, olha só os meus look favoritos de la. Beijos e até o próximo.

ultima

SIGAM-ME NAS REDES SOCIAS
INSTAGRAM  TWITTER

Anúncios

2 comentários sobre “FITNESS: Os riscos da barriga negativa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s